Ciência de Dados

Como usar as funções Python NumPy zeros () e uns ()

Como usar as funções Python NumPy zeros () e uns ()

A biblioteca NumPy é uma das bibliotecas úteis de python que pode ser usada para criar matrizes. zeros () e uns () são as funções da biblioteca NumPy para criar duas matrizes diferentes. A função zeros () é usada para criar uma matriz baseada na forma e tipo específicos. Todos os elementos da matriz são inicializados com 0, que é criado pela função zeros (). a função uns () funciona como a função zeros (). Mas os elementos da matriz criada pela função ones () são inicializados em 1. Os usos de ambas as funções foram mostrados neste tutorial usando vários exemplos.

função zeros ()

A sintaxe desta função é dada abaixo.

array numpy.zeros (forma, [dtype = Nenhum], [pedido = 'C'])

Esta função pode receber três argumentos e retorna uma matriz. O primeiro argumento, o forma é obrigatório que é usado para definir o tamanho da matriz. O valor deste argumento pode ser um inteiro ou tupla de inteiros. O segundo argumento, o tipo d é opcional para definir o tipo do elemento da matriz. O valor padrão deste argumento é Nenhum. O terceiro argumento é que a ordem é opcional e usada para descrever a ordem de uma matriz multidimensional. O valor deste argumento pode ser 'C' (estilo C) ou 'F' (estilo F). 'C' é usado para definir a ordem baseada em linha, e 'F' é usado para definir a ordem baseada em coluna.

Exemplo-1: Uso da função zeros () com um argumento

O exemplo a seguir mostra o uso da função zeros (). 10 forneceu no argumento o valor desta função para criar uma matriz NumPy unidimensional. O tipo de dados da matriz será impresso. A função reshape () é usada para mudar a matriz unidimensional para uma matriz bidimensional de 2 linhas e 5 colunas.

# Import NumPy
importar numpy como np
# Criar matriz NumPy usando a função zeros ()
np_array = np.zeros (10)
# Imprime o tipo de dados dos valores da matriz
print ("O tipo de dados da matriz é:", np_array.dtype)
# Imprime os valores da matriz após remodelar
print ("Os valores do array remodelado são: \ n", np_array.remodelar (2, 5))

Resultado:

A seguinte saída aparecerá após a execução do script acima.

Exemplo 2: Uso da função zeros () com dois argumentos

O exemplo a seguir mostra o uso da função zeros () com dois argumentos. A primeira função zeros () do script criará uma matriz NumPy unidimensional de inteiros. O tipo de dados e os valores do primeiro array serão impressos na próxima instrução. A segunda função zeros () do script criará uma matriz NumPy bidimensional de inteiros. O tipo de dados e os valores do segundo array serão impressos na próxima instrução.

# Import NumPy
importar numpy como np
# Crie uma matriz NumPy unidimensional usando a função zeros ()
np_array1 = np.zeros (4, dtipo = int)
# Imprime o tipo de dados
print ("O tipo de dados da matriz é:", np_array1.dtype)
# Imprime os valores da matriz
print ("Os valores da matriz unidimensional são: \ n", np_array1)
# Crie uma matriz NumPy bidimensional usando a função zeros ()
np_array2 = np.zeros ((2, 3), int)
# Imprime o tipo de dados
print ("\ nO tipo de dados da matriz é:", np_array2.dtype)
# Imprime os valores da matriz
print ("Os valores da matriz bidimensional são: \ n", np_array2)

Resultado:

A seguinte saída aparecerá após a execução do script acima.

Exemplo 3: Uso da função zeros () com três argumentos

O exemplo a seguir mostra o uso da função zeros () com três argumentos. A função zeros () do script irá criar uma matriz NumPy tridimensional com números flutuantes. O tipo de dados e os valores do primeiro array serão impressos na próxima instrução com base na ordem do estilo C.

# Import NumPy
importar numpy como np
# Crie uma matriz NumPy tridimensional usando a função zeros () com ordenação no estilo C
np_array = np.zeros ((2, 3, 2), flutuante, 'C')
# Imprime os valores da matriz
print ("Os valores da matriz bidimensional são: \ n", np_array)

Resultado:

A seguinte saída aparecerá após a execução do script acima.

uns () função:

A sintaxe desta função é dada abaixo.

array numpy.uns (forma, [dtype = Nenhum], [pedido = 'C'])

Os usos dos argumentos da função uns () são os mesmos do argumento da função zeros () que foi explicado na parte da função zeros ().

Exemplo-1: Uso da função ones () com um argumento

O exemplo a seguir mostra o uso da função ones () com um argumento. a função ones () deste script criará uma matriz unidimensional de 5 elementos.

# Import NumPy
importar numpy como np
# Criar matriz NumPy usando a função zeros ()
np_array = np.uns (5)
# Imprime os valores da matriz
print ("Os valores da matriz são: \ n", np_array)

Resultado:

A seguinte saída aparecerá após a execução do script acima.

Exemplo 2: Uso da função ones () com dois argumentos

O exemplo a seguir mostra o uso da função ones () com dois argumentos. A primeira função ones () criará um array bidimensional de inteiros que conterá 5 linhas e 2 colunas. A segunda função ones () irácriar um array bidimensional onde a primeira coluna irá conter inteiros e a segunda coluna irá incluir floats.

# Import NumPy
importar numpy como np
# Crie uma matriz NumPy bidimensional usando a função zeros () com tipo de dados inteiro
np_array1 = np.uns ((5, 2), int)
# Imprime os valores da matriz
print ("Os valores da matriz são: \ n", np_array1)
# Crie uma matriz NumPy bidimensional usando a função zeros () com tipo de dados inteiro e flutuante
np_array2 = np.uns ((2, 2), dtype = [('x', 'int'), ('y', 'flutuante')])
# Imprime os valores da matriz
print ("Os valores da matriz são: \ n", np_array2)

Resultado:

A seguinte saída aparecerá após a execução do script acima.

Exemplo 3: Uso da função ones () com três argumentos

O exemplo a seguir mostra o uso da função ones () com três argumentos. A função ones () criará uma matriz unidimensional de 5 elementos que conterá números flutuantes com ordenação baseada em linha.

# Import NumPy
importar numpy como np
# Criar matriz NumPy usando a função zeros ()
np_array = np.uns (5, dtipo = np.float64, pedido = 'F')
# Imprime os valores da matriz
print ("Os valores da matriz são: \ n", np_array)

Resultado:

A seguinte saída aparecerá após a execução do script acima.

Conclusão:

Os usos das funções zeros () e uns () da biblioteca NumPy foram explicados neste tutorial usando vários exemplos. O leitor será capaz de usar essas funções em seu script depois de ler este tutorial.

Melhores distros Linux para jogos em 2021
O sistema operacional Linux percorreu um longo caminho desde sua aparência original, simples e baseada em servidor. Este sistema operacional melhorou ...
Como capturar e transmitir sua sessão de jogo no Linux
No passado, jogar era considerado apenas um hobby, mas com o tempo a indústria de jogos viu um grande crescimento em termos de tecnologia e número de ...
Melhores jogos para jogar com rastreamento manual
Oculus Quest introduziu recentemente a grande ideia de rastreamento manual sem controladores. Com um número cada vez maior de jogos e atividades que e...